Deus Original, Deus Verdadeiro
Tenri-Ô-no-Mikoto

Referimos a Deus-Parens como Tenri-Ô-no-Mikoto.

É o Deus original e verdadeiro.

Deus original quer dizer aquele que, a começar por tudo nesse mundo, criou o homem também, e por ser o verdadeiro criador, a começar da nossa vida, concede a vida a tudo nesse mundo.

Deus verdadeiro quer dizer a realidade de que, introduzindo-se em tudo que existe nesse mundo, inclusive no corpo dos seres humanos, trabalha concedendo a sua graça e realizando a verdadeira salvação.

Dessa maneira, Deus-Parens não é apenas Deus que criou, mas sim, que tem concedido sua graça até hoje e continuará a trabalhar e a conceder sua graça sem qualquer alteração através da eternidade.

Deus-Parens, quando criou o mundo, não fez de maneira nenhuma por impulso, mas por uma razão imutável. É a que chamamos de razão celeste (Tenrí). Deus-Parens criou o mundo e nos concedeu a ordem em todas as coisas de acordo com essa razão celeste. Por esse motivo, neste mundo, nada está fora da alçada dessa razão celeste, é um mundo controlado pela razão.

Nos Textos originais, Deus-Parens é referido como Deus, Lua-sol ou Tsukíhí e Parens. Usou primeiramente a palavra Deus que fosse compreendido de maneira natural, esclarecendo que era o original e verdadeiro e não um deus comum da crença tradicional.

Em seguida, empregou a palavra Lua-Sol para demonstrar que está presente dia e noite, concedendo sua proteção a 'tudo neste mundo.

E depois, usou a palavra Parens, comparando-se com o amor entre pais e filhos dos seres humanos, explicando aí o seu modo de ser.

Deus-Parens, tomando Oyassama como seu Sacrário, revelou-se neste mundo abrindo esse caminho.